Segunda-feira, 3 de Março de 2008

Lampreia!


     Tem vindo a decorrer, desde o dia 23 de Fevereiro (sábado) e até ao dia 9 de Março (domingo) a

 

9.ª edição da Mostra da Lampreia

 

disponível em cerca de duas dezenas de restaurantes, aos fins-de-semana e - em alguns casos - também durante a semana, proporcionando a degustação de especialidades como Cabidela de lampreia, Lampreia à bordaleza, Lampreia de fricassé, Lampreia de ensopado ou Lampreia grelhada com palhada; assim como, a nível de doces, da lampreia de ovos.

 

 

 

 

Clique aqui para ver a lista de restaurantes e também doçarias com todas as suas respectivas informações.

E agora para os mais gulosos...


   

Não percam!

 

Publicado por JmNp ~~ às 13:52
link do post | Comentar | favorito
Quinta-feira, 22 de Novembro de 2007

A nossa especialidade

     Fatias de Tomar

 

     Este doce, macio e húmido, outrora designado de «Fatias da China», apresenta a forma de fatias de pão. São doces muito versáteis e podem ser servidos como sobremesa ou como acompanhante de chá.

     As Fatias de Tomar são um doce conventual por excelência, com origem no Convento dos Templários, porém, sem data de "nascimento". A primeira referência aparece em 1876, por João da Mata, em Arte de Cozinha e mais tarde, em 1928, em O doce nunca amargou, de Emanuel Ribeiro, que acrescenta ser uma especialidade da Região dos Templários.

 

     Receita

Ingredientes:

     - 24 ovos;

     - 1 kg de açucar;

     1 litro de água.

Preparação:

     As gemas, depois de separadas das claras, são batidas - à mão durante 1 hora ou durante 20 minutos na máquina eléctrica.

     Deita-se a massa numa forma oval com tampo, bem untada. Coloca-se a forma em banho-maria, deixando cozer durante 1 hora sem parar a fervura da água.

     Depois de cozido, desenforma-se o bolo que é cortado em fatias. Estas são introduzidas em calda da açúcar, já a ferver com a água, a uma temperatura de 102ºC aproximadamente. As fatias têm de ser viradas várias vezes.

     No fim, colocam-se as fatias numa travessa e regam-se com a calda, podendo ser enfeitadas com fios de ovos.

 

   Nota: As panelas  de folha utilizadas para a cozedura da massa, possuem uma chaminé, por onde se acrescenta água a ferver, de maneira a manter a forma sempre submersa. Estas panelas são um produto característico e artesanal da região.

Sentimo-nos:
Publicado por JmNp ~~ às 21:26
link do post | Comentar | Ver comentários (3) | favorito

* Mais sobre nós

* Busca!

 

* Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

* Notícias

* Lampreia!

* A nossa especialidade

* Sótão

* Maio 2008

* Abril 2008

* Março 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

* Novembro 2007

* Outubro 2007

* tags

* todas as tags

* Links

blogs SAPO

* subscrever feeds